Desafio colaborativo convidou participantes a analisarem o que os números revelam sobre as desigualdades raciais no serviço público. Conheça a equipe vencedora

Durante cinco dias, 40 participantes entre servidores públicos e de empresas privadas ou sem fins lucrativos, estudantes e acadêmicos participaram de uma imersão nos dados do Infogov, constantes no Ambiente Remoto de Pesquisa (ARP), em busca de reflexões sobre as desigualdades raciais no serviço público e quais as possíveis soluções para os desafios propostos. Dentre as equipes participantes a vencedora foi a Conceição Evaristo, em segundo lugar ficou Dragão do Mar, e em terceiro, Lélia González.

Para uma das participantes da equipe vencedora, Camilla Soueneta, a  semana foi incrível, tanto em relação ao letramento de dados, como também em relação ao letramento racial. “Eu acredito muito que os dados são uma poderosa ferramenta para a construção de políticas públicas e tudo que vivenciamos aqui nos mostrou isso, estou muito feliz”, completou sorridente.

Presente na cerimônia de entrega dos troféus, a presidenta-substituta da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), Natália Teles, afirmou “essa modalidade de evento, no formato do Datathon, garante que os participantes aprendam, aplicando os conhecimentos à solução de problemas públicos reais. Saímos daqui com insigths, propostas e produtos que podem ser aplicados e que têm utilidade”. 

Já a secretária de Políticas Afirmativas, Combate e Superação do Racismo, do Ministério de Igualdade Racial (MIR), Márcia Lima, agradeceu aos participantes. “Muitas das propostas que foram apresentadas aqui podem ajudar hoje o trabalho da nossa secretaria e do MIR”, afirmou.

O Datathon

O evento aconteceu de 20 a 24 de novembro, em Brasília-DF. Os 40 participantes fizeram inscrições individuais e ao chegar ao evento foram formadas equipes. Cada uma delas foi composta por pelo menos metade de pessoas auto-identificadas negras (pretas ou pardas) e pelo menos metade de mulheres (cis ou transgênero). 

Os desafios lançados para as equipes são ferramentas usadas em processos de inovação aberta quando a sociedade é convidada a contribuir com a solução. No caso do Datathon, a solução ao desafio proposto poderia ser uma visão sobre política de gestão de pessoal, de seleção, de comunicação, uma política social.

Integrantes das equipes vencedoras receberam troféu de reconhecimento, segundo a posição da premiação, e terão suas soluções divulgadas em uma publicação da Enap.

O Datathon não é novo na Escola. Em março de 2023, foi realizada uma edição para debater as desigualdades de gênero no serviço público, quando as pessoas participantes também realizaram análise de dados do Infogov. 

Saiba mais sobre o Datathon

Conheça a Plataforma Desafios da Enap

Clarisse Façanha

Enap

 

Conteúdo relacionado

4º Jornada de Inovação Cidades que Transformam avança em mais uma etapa

As cinco equipes municipais integrantes desta edição participarão de oficinas e apresentarão uma ideia de solução a ser desenhada e testada na próxima fase da jornada 

Publicado em:
29/01/2024
Ano de 2023 marca a história da Enap

Em um ano de reconstrução, a Escola teve recorde de inscrições nos cursos à distância, capacitações inéditas para pessoas negras, auditório novo e muito mais! Confira!  

Publicado em:
15/01/2024
Conheça os vencedores do VIII Prêmio do Serviço Florestal Brasileiro

Concurso de monografias com apoio da Enap fomenta a produção de conhecimento na área florestal

Publicado em:
25/12/2023
GNova finaliza módulo I do CoLabs com apresentação das equipes

As 20 equipes que estão desenvolvendo seus laboratórios no projeto realizaram a primeira apresentação de suas conquistas

Publicado em:
14/12/2023