Palestras, debates, oficinas e documentários, com a temática “Mulheres no serviço público”, estão programadas para este período

Em comemoração ao dia da mulher, a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) promove, de 6 a 17 de março, o evento “Mês das Mulheres na Enap”. Com uma programação que tem o objetivo de discutir a temática “Mulheres no serviço público”, atividades serão desenvolvidas na intenção de fomentar esse diálogo, além de promover atividades capacitadoras em temáticas com foco em igualdade de gênero e empoderamento feminino.

O aumento da participação das mulheres no serviço público tem sido importante para a promoção da igualdade de gênero e para garantir que as perspectivas das mulheres sejam levadas em consideração nas políticas e decisões públicas. 

No entanto, ainda há desafios a serem superados para garantir a igualdade de oportunidades e tratamento para as mulheres dentro e fora desse setor. Para tal, é importante abordar as pautas que promovam ações para a diversidade de gênero, equidade salarial, a garantia de oportunidades de treinamento e desenvolvimento profissional, a criação de programas para apoiar a progressão de carreira das mulheres, além de encarar a complexidade da interseccionalidade, dentro de um universo tão vasto. 

Programação

Na segunda-feira, dia 6 de março, às 16h, a abertura será realizada com uma conversa entre autoridades femininas. A presidente da Enap, Betânia Lemos, recebe as ministras Esther Dweck, do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos; Cida Gonçalves, do Ministério das Mulheres; Anielle Franco, do Ministério da Igualdade Racial; Brigitte Collet, embaixadora da França e Anastasia Divinskaya, representante interina da ONU Mulheres Brasil. 

No dia 7 de março, às 15h, a mesa redonda “Antirracismo, poder e tokenismo”  tem como objetivo discutir a necessidade de romper com o reforço superficial ou simbólico de ações afirmativas para minorias dentro de uma força de trabalho, para que possam parecer inclusivas, e de promover mudanças reais e significativas que garantam a mulheres negras a igualdade de oportunidades, acesso e permanência em espaços de poder. 

O antirracismo e a valorização das mulheres negras são fundamentais para a construção de um serviço público mais justo, diverso e inclusivo. Para promover as discussões, foram convidadas as servidoras:

  • Ana Carolina Souza Ferreira - Analista técnico de políticas sociais do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS)
  • Clara Marinho - Analista de planejamento e orçamento do Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO)
  • Tatiana Dias Silva - Diretora de avaliação e monitoramento do Ministério da Igualdade Racial (MIR)

Na ocasião, também será lançado o curso Inclusão degênero na ponta da língua.

No dia da mulher, 8 de março, a programação é extensa. Às 14h30, será exibido o documentário “Como Ela Faz” com a presença da professora Gina Vieira, uma das 12 personagens reais acompanhadas pelo filme que revela o significado amplo e complexo da palavra trabalho nas vidas de cada uma. A filmagem mostra e dialoga com mulheres que lidam cotidianamente com a desigualdade de gênero, raça e etnia no mercado de trabalho. 

Após a exibição, Gina conversará com Vanessa Sampaio, líder da área de empoderamento econômico das mulheres na ONU Mulheres Brasil. O tema do bate papo é: "Mulheres, meninas e a economia do cuidado: como avançar na política de garantia de direitos".

Às 16h, a mesa redonda "Protagonismo político das mulheres indígenas e o impacto nas políticas públicas", conta com a presença da doutora Rita Potygura, diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) no Brasil, Ana Patté, da Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade (Anmiga) e da Ministra-conselheira da Embaixada da Noruega, Annette Bull.  

Para finalizar a programação do dia 8, às 17h30, um happy hour animado com a percussionista, cantora e compositora Ane Êoketu será promovido na aula-show "Eu, compositora: o processo criativo e de escrita de mulheres artistas". A iniciativa faz parte do projeto Biblioteca do Futuro. 

O intuito da aula-show é apresentar para o público a obra da artista, intercalando as falas sobre o processo de criação das suas músicas, sua relação com a arte, o contexto social, entre outras perspectivas; e a execução das músicas. Existe ainda um espaço para a Ane executar músicas de artistas mulheres que tenham relação com sua obra, e a inspirem de alguma forma.

Também fazem parte da programação do mês da mulher, o Datathon: Desigualdades de gênero no serviço público, que ocorre durante toda a semana entre 6 a 10 de março, e o curso de liderança feminina com Gisèle Szczyglak, entre os dias 13 e 17 de março. 

Fora da Enap

No dia 9 de março, às 9h, a programação segue para uma atividade que será realizada na Câmara dos Deputados. A aula magna “Os instrumentos de planejamento e as desigualdades de gênero e raça” é uma parceria da Enap com a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, o movimento “Elas no orçamento” e o Instituto Tide Setubal. Para participar, é necessário realizar inscrição para o evento presencial e online no link: https://suap.enap.gov.br/portaldoaluno/curso/2125/ 

O evento também marca a abertura do curso "Gênero e raça nos planos plurianuais estaduais" que será realizado no período de 06/03 a 13/04, para servidores e agentes públicos estaduais que atuam diretamente com o orçamento.

Outros eventos podem ser anunciados nas redes sociais da Enap ainda durante o mês da mulher.

 

Conteúdo relacionado

Ano de 2023 marca a história da Enap

Em um ano de reconstrução, a Escola teve recorde de inscrições nos cursos à distância, capacitações inéditas para pessoas negras, auditório novo e muito mais! Confira!  

Publicado em:
15/01/2024
Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Prêmio Espírito Público

O concurso premia os melhores projetos da administração pública em sete categorias. Saiba como participar

Publicado em:
04/12/2023
Enap promove lançamento do Relatório Global de Desenvolvimento Sustentável 2030

Iniciativa marca momento de urgência climática e propõe caminhos para proteção do planeta

Publicado em:
16/11/2023
Políticas públicas de cuidado humano ganham destaque entre especialistas internacionais

O tema foi debatido na mesa redonda "Inovação e Cuidado: Abordagens Transformadoras em Políticas Públicas"

Publicado em:
09/11/2023