Será dada assessoria técnica aos órgãos públicos que trabalham com a atualização da política pública

Foi dada a largada para o aprimoramento do do Plano Nacional de Convivência Familiar e Comunitária (PNCFC). Foi realizada a oficina inaugural do projeto, que marca o início de uma série de 16 encontros, com representantes de 12 ministérios, órgãos vinculados ao tema, além de especialistas, pesquisadores e adolescentes egressos de serviços de acolhimento - que serão ouvidos ao longo da jornada. 

A iniciativa faz parte da assessoria técnica que a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) fornece a instituições governamentais, na construção colaborativa de soluções para problemas públicos. A parceria foi firmada com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e o Ministério da Cidadania.

O PNCFC foi aprovado em 2006 pelo Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). No período de 2019 a 2021 foram feitas avaliações do plano e agora iniciam os trabalhos para sua atualização. Foi pactuado projeto com a Enap para construir, de forma colaborativa, elementos para a atualização planejada: definir eixos, objetivos, ações, metas e atores responsáveis.

Os estudos apontaram o desafio de fortalecer as políticas públicas para evitar o afastamento de crianças e adolescentes do convívio familiar, especialmente nas áreas de assistência social, enfrentamento à pobreza, saúde, moradia e educação.

Para a secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Maria Yvelônia Barbosa, esta caminhada não parte do senso comum, mas do direcionamento teórico, a partir de evidências e indicadores. “Neste trabalho em rede e colaborativo, cada um tem o que dar de melhor e dessa troca teremos resultados concretos para nossas crianças e adolescentes, bem como para o planejamento da gestão” afirmou.

Um marco nas políticas públicas

Na opinião da secretária-adjunta da Criança e do Adolescente no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Fernanda Monteiro, fortalecer os vínculos familiares e comunitários é um marco nas políticas públicas do país. “Acredito que o PNCFC traz o recado que desejamos passar, tanto como governo quanto como sociedade civil. Agradeço à Enap pelo belíssimo trabalho de lapidar esse plano tão importante para nós”, destacou.

A parceria com a Enap

GNova Transforma é uma coordenação da Enap que oferece assessoria técnica a outras instituições governamentais na construção colaborativa de soluções para problemas públicos. A titular da área, Adriana Ligiéro, afirma que “os métodos e abordagens utilizados pela Escola ajudam as pessoas a aprender enquanto fazem, a partir de diferentes olhares e perspectivas dos problemas públicos”.

O desenvolvimento das soluções para transformação em governo acontece por meio  de oficinas colaborativas e atividades de imersão na realidade dos usuários dos serviços públicos.

Projetos já realizados

Em 2020 e 2021 a GNova Transforma realizou 39 projetos de inovação com foco em soluções para políticas públicas, com mais de 3.500 participantes em 391 oficinas, totalizando 3.223 horas de atividades. Algumas dessas experiências estão reunidas no livro Construção colaborativa e transformação em governo, lançado recentemente pela Enap em parceria com o Fundo de Populações das Nações Unidas (Unfpa).

Conteúdo relacionado

Servidores estrangeiros podem concorrer a vagas para mestrado ou doutorado

Candidatos devem ter proficiência em português e em inglês, além de disponibilidade financeira para custear estadia em Brasília durante o curso

Publicado em:
13/10/2022
Aberto programa de pós-doutorado na Enap

Podem participar profissionais brasileiros e estrangeiros com título de doutor

Publicado em:
25/09/2022
Enap seleciona assessores em análise de impacto regulatório para formar banco de especialistas

Interessados que atendam ao perfil desejado já podem se candidatar a partir desta quinta-feira (25)

Publicado em:
24/08/2022
Abertas inscrições para processo seletivo dos mestrados e doutorado Enap 2022

Podem participar servidores públicos federais, estaduais e municipais

Publicado em:
14/08/2022