(TIC) Introdução à Interoperabilidade

Sobre o curso


Público Alvo

O curso Introdução à Interoperabilidade destina-se a, técnicos e analistas em Tecnologia da Informação do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP). A todos servidores e agentes públicos dos três poderes e das três esferas de governo e cidadãos interessados.

Objetivos de aprendizagem

  • Conceituar e diferenciar interoperabilidade e integração.
  • Compreender as dimensões da interoperabilidade.
  • Reconhecer a importância e as vantagens técnicas da interoperabilidade para o governo.
  • Entender a abrangência da arquitetura de Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico (ePING).
  • Conhecer o suporte normativo referente à interoperabilidade.
  • Compreender as orientações presentes no Roteiro de interoperabilidade.
  • Entender a abrangência e a importância da LAI e da utilização de Dados Abertos.
  • Entender o funcionamento da ePING.
  • Compreender a importância do uso dos padrões da ePING para a interoperabilidade.

Principais Tópicos

    • Conceitos
    • Por que a interoperabilidade é importante para o governo?
    • Principais benefícios para a Gestão Pública?
    • Principais benefícios técnicos
    • Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico - ePING
    • Legislação - Por que fazer interoperabilidade?
    • O desafio da interoperabilidade
    • Roteiro de interoperabilidade
    • Fornecendo dados para outros órgãos
    • Acessando ou modificando dados de outros órgãos
    • Serviços centrados no cidadão: Janela Única
    • Conceitos
    • Modelos
    • A ePING
    • O que é?
    • Histórico
    • Políticas gerais
    • Estrutura
    • Como participar
    • Especificações Técnicas
    • Produtos
    • Exemplos de utilização de padrões

Metodologia

    • Este curso será realizado na modalidade a distância, utilizando a plataforma Moodle disponível na Escola Virtual ENAP, tanto para apresentação do conteúdo quanto para cumprimento das atividades avaliativas.
    • Essa modalidade privilegia a autonomia do estudante que estabelece sua própria rotina de estudos e pode realizar o curso a qualquer hora e em qualquer local que tenha acesso à internet.
    • Esse curso é sem tutoria. Não há presença do tutor para tirar dúvidas de conteúdo nem a interação com outros participantes por meio de salas de bate papo informais (chats) ou fóruns de discussão.


Carga horária

20 horas

Outras informações

  1. O curso possui carga horária de 20 horas, distribuídas ao longo de 3 semanas.
  2. Curso sem ônus.
  3. Sugere-se que você se dedique ao curso, em média, 1 hora e 30 minutos a cada dia. Assim, você cumprirá todas as atividades e atingirá os objetivos propostos.
  4. Para ser considerado concluinte, o participante precisa obter, no mínimo, 60% de aproveitamento no curso.