Notícias

« Voltar

Enap promove encontro com a Universidade de Columbia

Enap promove encontro com a Universidade de Columbia

Por: Ascom

Publicação: 16/03/2017 | 16:25

Última modificação: 16/03/2017 | 16:52

Sala Inovatio da Enap, com foco em três pessoas, sentadas em cadeiras beges. À esquerda, o diretor-executivo do Columbia Global Center Latin America, Thomas Trebat; no meio, o diretor de Inovação e Gestão do Conhecimento da Enap, Guilherme Almeida; e à direita, a coordenadora de projetos do Global EMPA, Maria Luiza Paranhos. Na frente deles estão duas mesas de vidro com pés de metal, contendo placas de plástico com o nome e cargo de cada um. Atrás deles, duas telas projetando a apresentação em power point feita pelos palestrantes.A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) promoveu, nesta quinta-feira (16), encontro com representantes da Universidade de Columbia para apresentar nova edição do Mestrado Executivo em Administração Pública (Global EMPA). Participaram da atividade o diretor-executivo do Columbia Global Center Latin America, Thomas Trebat; a coordenadora de projetos do Global EMPA, Maria Luiza Paranhos; e o diretor de Inovação e Gestão do Conhecimento da Enap, Guilherme Almeida.

Na abertura do evento, Guilherme Almeida comentou sobre a dificuldade que muitos servidores têm de identificar cursos que fujam, eventualmente, do padrão e falou sobre o papel da Enap em servir com um hub entre o Brasil e o mundo, facilitando esses diálogos. “Nem sempre o que encontramos atende de forma satisfatória às necessidades de tempo, espaço e recursos. O que nos parece é que o curso de Columbia, por sua dinâmica híbrida, permite uma formação equivalente a uma pós-graduação no exterior, ao tempo em que dispensa o afastamento do servidor por longo período, conciliando aqueles que não podem se ausentar do trabalho, mas que desejam uma formação de nível internacional”, enfatizou.

Thomas Trebat, por sua vez, falou sobre a importância da parceria com o Brasil e com instituições como a Enap, abrindo nichos para que o país esteja em uma das principais universidades do mundo. “Representamos, como costumo dizer, o planeta Columbia, pois não há nenhuma área, por mais técnica que seja, que a universidade que não esteja estudando. Todos os campos do conhecimento lá estão contemplados. A nossa missão é aproximar o Brasil da universidade, trazendo um pouco da instituição pra cá e levando um pouco do país pra lá”, argumentou. “A demanda pelo mestrado surgiu para qualificar os administradores públicos para melhorar e inovar a gestão, a partir da troca recíproca e do fluxo de informações”, frisou Trebat.

Maria Luiza Paranhos comentou os requisitos para a candidatura no Mestrado Executivo em Administração Pública. “Para se candidatar é preciso apresentar currículo e diploma de curso superior, ambos com tradução juramentada. Também é necessário apresentar certificado de proficiência em inglês (TOEFL ou IELTS mínimos de 100 e 7,5), GMAT ou GRE (dispensável em casos específicos), três cartas de recomendação, uma carta de intenção e o formulário de inscrição preenchido”, frisou.

Ao final, Trebat e Paranhos responderam as dúvidas dos participantes.

Estiveram presentes servidores de diversas instituições: Senado Federal; Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação; Instituto Nacional de Meteorologia; agências reguladoras de Transporte Terrestre e da Aviação Civil; Ministérios do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; Cultura; Fazenda; Justiça; Turismo; Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Indústria, Comércio Exterior e Serviços; Fundação Nacional do Índio; Fundação Oswaldo Cruz;  Confederação Nacional da Indústria; Polícia Rodoviária Federal; Universidade Corporativa do Banco Central do Brasil; e Instituto Serzedello Corrêa do Tribunal da Contas da União.

Acesse a apresentação sobre o Global EMPA (em português).

Panorama da sala Inovatio da Enap. O público sentado em grandes mesas retangulares de madeira, prestando atenção à apresentação feita por um dos palestrantes.Sobre o Global EMPA - tem duração de 18 meses - de janeiro de 2018 a julho de 2019 - e aproximadamente 25 vagas estão disponíveis. Para viabilizar a participação de alunos de diferentes localidades, as aulas são realizadas por videoconferência, com encontros presenciais no Rio de Janeiro - semanalmente, para os que moram na capital fluminense, e mensalmente, para os de outras cidades. Nos meses de julho de 2018 e julho de 2019 os alunos vão a Nova Iorque (EUA) para visitas técnicas, cursos, apresentação de trabalho e, ao final, formatura.

Sobre a Universidade de Columbia - é a 8ª melhor instituição de ensino superior do mundo, segundo o Academic Ranking of World Universities. Sua sede é em Nova Iorque, mas a instituição também está presente em outros oito países, por meio de seus Centros Globais (Global Centers), que integram uma rede de trabalhos e projetos acadêmicos específicos. Na América Latina, a Columbia está em Santiago (Chile) e no Rio de Janeiro (Brasil) desde março de 2013. Esses locais atuam para apoiar professores, pesquisadores e alunos em seu desenvolvimento acadêmico, abrigando, inclusive, salas de videoconferência.

Confira as fotos:

Enap promove encontro com a Universidade de Columbia